Conheça 3 dicas para reduzir a inadimplência na sua empresa

O número de inadimplentes no Brasil voltou a crescer em janeiro de 2022 de acordo com o Jornal de Brasília, e se aproxima do patamar recorde atingido no começo da pandemia em 2020, chegando próximo a um valor total de dívidas de R$260,7 bilhões, 3,48% a mais do que em dezembro.

Os números não são animadores, especialmente quando se pensa na saúde financeira das empresas e no seu fluxo de caixa, o que torna a redução da inadimplência uma missão muito importante.

Mas apesar de ser o motor principal para sistemas de gestão de muitas empresas, diminuir a inadimplência demanda uma reformulação da estratégia e da política de cobrança, e em muitos casos, é comum não saber nem ao menos por onde começar.

Por isso, separamos algumas dicas que sua empresa pode seguir para melhorar a taxa de inadimplência sem comprometer o relacionamento com o seu cliente. Continue a leitura.

Como reduzir a inadimplência?

Ter um cliente inadimplente é ruim, mas não ter o cliente é ainda pior, e a chave para conseguir conciliar um processo de cobrança com a satisfação do cliente é investir em bom relacionamento.

Saber dialogar, entender as dores do cliente, oferecer opções e ser cordial são os principais pilares para que o processo de cobrança seja confortável para ambas as partes.

Tendo esses pilares estabelecidos, é preciso seguir alguns outros passos para que a falta de pagamento deixe de ser um problema na sua empresa. São eles:

1# Realize uma cobrança amigável

Apesar de a cobrança ser um direito das empresas, buscar fazer esse processo da maneira correta sem causar incômodos ao consumidor, costuma apresentar resultados muito mais positivos. Além de que é necessário ter cuidado ao estabelecer uma régua de cobrança, porque se feita de forma insistente, incorreta e sem o devido acompanhamento, pode gerar processos e prejudicar a imagem da empresa.

2# Ofereça benefícios para quem paga em dia

Apesar de muitas empresas ainda não adotarem essa estratégia, oferecer descontos para quem paga adiantado ou em dia, apresenta métricas excelentes de pagamento e reduz muito a taxa de inadimplentes.

Para definir os melhores benefícios, realize um estudo do seu público e entenda quais são as vantagens que sua empresa pode oferecer para estimular boas práticas do consumidor na hora do pagamento.

3# Esteja aberto à negociar com o cliente inadimplente

Não é porque o cliente não pagou, que ele é um mau pagador. É comum com a correria do dia a dia esquecer de pagar um boleto, e poucos têm o costume em sua gestão financeira pessoal de deixar as contas em débito automático. Fora imprevistos que podem acontecer, como problemas de saúde ou desemprego.

Por isso, as empresas precisam estar dispostas a ter um canal aberto para negociação com o cliente. Algumas opções que costumam ajudar no pagamento das dívidas são:

  • Gerar outro boleto com nova data de vencimento sem juros;
  • Oferecer parcelamento da dívida através de cartão de crédito;
  • Disponibilizar pagamento à vista com desconto.

A cobrança é um processo desconfortável tanto para quem cobra, quanto para quem é cobrado. Nesse caso, o papel da empresa é tentar ser o mais amigável possível, para conseguir receber o valor em aberto.

4# Tenha uma régua de cobrança bem definida

Receber constantes contatos, muitas vezes em horários inoportunos, pode causar constrangimento para o devedor. Por isso, garanta que todo o processo é mapeado e que as abordagens de cobrança são feitas de maneira adequada e com uma comunicação cordial e objetiva, e que sua empresa está usando os canais corretos para entrar em contato. Evite ameaçar ou constranger o devedor para que quite a dívida, isso pode gerar o efeito completamente oposto, fazendo com que ele demore ainda mais tempo para pagar.

Desenvolva um script de abordagem, o que pode ou não ser dito, e garanta que todas as áreas envolvidas estejam cientes de todo o processo. Isso garante uma padronização no processo, e evita contatos constantes e desconfortáveis. Esse processo pode ser feito internamente, ou com empresas especialistas, que possuam expertise e possam auxiliar a obter os resultados esperados.

Outra ação importante que pode ajudar é informar com clareza antes da compra, quais são as políticas em casos de inadimplência.

É importante entender que não existe uma fórmula pronta, e que muitas vezes será necessário estabelecer réguas de cobranças diferentes para diversos perfis de devedores.

Não sei como desenvolver uma estratégia de cobrança na minha empresa. E agora?

Caso você tenha uma alta taxa de inadimplência e não saiba como estabelecer uma régua de relacionamento, ou como obter os dados para mapear a melhor forma de abordar esses clientes e conseguir que eles realizem o pagamento, a melhor alternativa é contar com parceiros como a Intervalor. Somos líderes no mercado de jornada de negociação e gerenciamento de crédito, e possuímos soluções inovadoras e tecnológicas que nenhuma outra empresa no mercado tem.

Se quiser conhecer mais sobre nossas soluções, acesse: https://www.intervalor.com.br/